segunda-feira, 18 de março de 2013

Eu faço a colheita



Parei hoje para pensar no que estou colhendo, analisando cada situação separadamente (minha vida familiar, vida amorosa, financeira, minhas amizades, e até meus pensamentos), tento lembrar quando foi que semeei cada uma delas, o que foi que plantei, umas foram ontem, outras a muitos anos atras, na grande maioria me saboto para nem lembrar.
Algumas coisas que colhi hoje me lembro que semeei com a boca, simplesmente lancei uma palavra de semente e voalá nasceu uma magoa.

Trabalhei com agricultores por anos, e a regra basica era o cuidado com a epoca do plantiu, não se fazia com qualquer maquina, nem com qualquer peão, muito menos com qualquer semente.


Nossas atitudes escrevem nosso destino.
Nós somos responsáveis pela vida que temos.
Culpar os outros pelo que nos acontece é cultivar a ilusão.
A aprendizagem é nossa e ninguém poderá fazê-la por nós,
assim como nós não poderemos fazer pelos outros.
Quanto mais depressa aprendermos isso, menos sofreremos