segunda-feira, 18 de março de 2013

AOS MEUS SEMELHANTES



Semelhante 


Se você é diferente o nosso diferente tem um Q de semelhante
É diferente ,semelhante, é diferente
Se você é semelhante,é
O nosso semelhante tem um Q de diferente
Semelhante,diferente,semelhante
Tem que tomar cuidado,
Com os perigos da vida,
Você que tem a chave e o segredo da saída
Tem que ter muito carinho,
E ter muito respeito,
Quando eu penso em você do meu jeito
Quando penso em você é do meu jeito
Mas se eu quero te dar meu coração,
E você diz não,não,não,não
Não sei de onde vira a calma
Já não sei de onde vira
A água do mar ,é que me lava a alma
A água das ondas é que me faz flutuar,
Flutuar ,flutuar
É minha a sua voz, só sua
É sua minha voz , só sua
É minha sua voz
Dança, dança
Deixa flutuar a esperança
Dança , dança
Deixa flutuar a esperança
Vai deixa acontecer o que está perto de você,
Acontecer como fato natural
Acontecer como água da fonte
Acontecer no seu espaço sideral
Está no olho o sinal
E eu e você nós,
O que estamos fazendo ,amor
E ninguém pode parar
De rir e de chorar de rir
De rir e de chorar
Mas quando a gente se junta e separa
E separa e se junta
Sem se separar,sem separar
Flutuar, flutuar
a sua minha voz, a sua
É minha sua voz
Dança , dança deixa flutuar a esperança
Dança , dança , deixa flutuar a esperança
Flutuar , flutuar
É minha a sua voz , é sua
É minha sua voz
É minha a sua voz.