segunda-feira, 18 de março de 2013

É Espiritual!!!!


Religiosidade x Religião x Espiritualidade


* Religião: é o templo, é a comunidade, são os indivíduos que se nomearam representantes daquela religião. Os livros, as musicas, as roupas, a linguagem corporal e a forma de comunicação. Religião são as palavras, os aprendizados/ensinamentos deixados por quem é o "Messias/Mensageiro/O Cara!" numa determinada religião.

*Religiosidade: é adotar um livro, escrito por homens, traduzido, virado e remexido, guiando a vida pelas regras do livro. É recitar as orações que alguém um dia, num determinado momento e pertencente a uma cultura totalmente diferente da sua criou. Religiosidade é exercitar a religião.

*Espiritualidade: é sentir.... Não sei se é possível explicar a espiritualidade, pois cada um tem a manifestação de espiritualidade como um processo muito pessoal, individual e íntimo. Espiritualidade não se divide, mas se compartilha (não posso te dar parte da minha espiritualidade, mas vendo ela se manifestar talvez a sua se "renove"), espiritualidade não se mensura, e menos ainda se questiona, a espiritualidade independe da escolha da religião, pois a espiritualidade não é racional, é empírica.

Espiritualidade é o nó na garganta, é o milagre, é a "mensagem sentida", é a sensação de proximidade com aquilo que acreditamos, é o acreditar que se achou, é sentir arrepios na espinha, é chorar sem motivo, é sentir a vipe!rs.


Pra quem quiser entender mais sobre os três paradigmas acima, joga lá no "Grande Oráculo" (google), que tem várias teses, de religiosos à teses científicas.


Eu sempre busquei por espiritualidade , religião e religiosidade, porque sempre achei que uma coisa não existia sem a outra, e buscando, encontrei muitas religiões, e muitas formas de religiosidade: das mais barulhentas às mais silenciosas, das mais ortodoxas às mais "renovadas", sempre gostei de todas, sempre estudei todas, sempre tive a sensação de espiritualidade viva em cada uma delas.
Mas eu nunca havia refletido sobre a possibilidade de se encontrar espiritualidade sem religião e sem religiosidade.
Encontrei nos grupos de 12 passos, 12 Tradições e 12 Conceitos, algo unico que ainda não vi em nenhuma religião - o que também não reduz minha vontade de buscar nas religiões as espiritualidade -
Encontrei um lugar em que se preza a espiritualidade, em que se sugeri HONESTIDADE, BOA VONTADE E MENTE ABERTA - e mais algumas coisas que não vou me lembrar agora.
Quando ingressei e o que mais me encanta nos Grupos de 12 passos, é a espiritualidade das reuniões, é claro que temos que lembrar que as reuniões sofrem interferências de humanos e como humanos somos falhos, mas olha só que legal essa frase que é dita em algumas reuniões, por aqueles que de boa vontade as coodenaram:

"Gostaria de salientar que se houve algum erro nessa reunião , esse erro foi meu, pois sou humano e assim passível de erros, o programa é perfeito"
....

É incrível que em um lugar em que se fala quase todos os dias em fé, milagres, espiritualidade, Poder Superior, tenha pessoas das mais variadas religiões e crenças. As Tradições são os alicerces que ajudam as irmandades de 12 passos a nunca entrarem em colapso.

Lá no grupo eu consigo sentir a espiritualidade, lá no grupo o Poder Superior (como cada um O Concebe) é sempre o primeiro a chegar (Quem frequenta sabe do que eu estou falando - Quem Ainda não se permitiu ir, sugiro ir buscar esse segredo....rs).

No grupo, nas reuniões se eu me permitir HONESTIDADE, BOA VONTADE E MENTE ABERTA, sinto, ouço e percebo minha espiritualidade conectada com o que é mais importante para mim: EU MESMA...

Nos grupos de 12 passos nosso único propósito é levar a mensagem à pessoa que ainda sofre, seja ela um alcoólico ( A.A.), ou um adicto (N.A.), um familiar (Al-Anon/Nar-Anon), um neurótico ou depressivo (N/A), nossos príncipios sempre estarão acima de nossas personalidades, damos de graça aquilo que recebemos de graça.

"Sacrificamos a ambição pessoal em nome do bem estar comum"

Quando vou a um grupo, a uma reunião, sinto sempre uma espiritualidade enorme, até mesmo nas reuniões de serviços ou de área (quem vai sabe que as vezes o bicho pega, mas tudo gira em torno de se querer o bem para o grupo, e sempre o que prevalece é a consciência coletiva, e as reuniões sempre prezam pela amorosidade da irmandade).

A primeira vez que entrei num grupo foi meio confuso entender essa historia de espiritualidade sem religião, mas com o tempo as coisas vão se tornando tão claras, e a gente vai entendendo que a espiritualidade pode estar até numa simples fita amarela*, que no momento em que se está sendo preza na blusa daquele recém chegado nos enrosca a voz, os olhos marejam e até mesmo aquele companheiro de anos de recuperação fica com a voz embargada ao dizer " Seja Bem Vindo, estávamos esperando por você!"

* Fita amarela, chaveiro branco, ficha de plastico - objetos que vistos de longe não parecem ter valor algum. Mas pergunte a qq membro dessas irmandades : "Qual o Valor da sua "ficha" de ingresso?" - Tenho certeza de que irá ouvir um grande exemplo de espiritualidade!


"Há uma coisa que, mais do que qualquer outra coisa, pode derrotar a nossa recuperação: uma atitude de indiferença ou intolerância em relação aos princípios espirituais." Nossa recuperação depende do despertar e do crescimento da nossa espiritualidade, e as nossas vidas dependem de nossa relação com o que acreditamos ser nossa fonte. Os princípios espirituais expressam algumas de nossas idéias mais básicas sobre a espiritualidade em Grupos Anônimos. Eles são o alicerce sobre o qual os nossos passos, tradições e conceitos de serviço são construídos. Eles tornam possível a nossa rendição individual e coletiva e nossa dependência de um Poder Superior amoroso da nossa própria compreensão. Eles são as chaves para a nossa liberdade."




O SEGREDO ESTÁ NA PRÓXIMA REUNIÃO


E ESSE SEGREDO É ESPIRITUAL!!!