domingo, 2 de junho de 2013

O que fazer quando ele usa drogas: ajudar ou se afastar?


“Oi Dani! Estou passando por um problema seríssimo e preciso de uma ajudazinha. Não tenho mais com quem conversar, pois minha mãe, que é minha melhor amiga, já desistiu de me ajudar e minhas outras amigas não querem mais me dar conselho. Acontece que eu estou perdidamente, completamente, loucamente apaixonada por um rapaz lindo, maravilhoso, gato, tudo de bom, gente fina, uma pessoa bacana, um príncipe; o único problema é que ele fuma um chá (segundo suas próprias palavras) e acha isso completamente normal.

Ele tem apenas 17 anos. Nós nos conhecemos na escola, começamos a trocar olhares e começamos a conversar pra valer mesmo no Orkut e MSN. Até aí tudo bem. Saímos, ficamos juntos na escola e até agora, depois de dois meses, só rolou um beijinho de menos que um mísero minutinho. Estou tão triste, decepcionada com essa situação, porque eu vou falar com ele sobre o assunto e ele diz que é normal, que não faz mal, que fica de boa na dele curtindo a brisa com os amigos e que ele não é drogado, apenas fuma um chá.

Eu me aproximo, tento ajudá-lo, quero ficar o mais perto possível, mas parece que ele não quer isso, acho que não aceita que é um viciado, um drogado, pois ele usa todos os dias, todos os dias mesmo; ele chega na escola com os olhinhos murchos, aqueles lindos olhos verdes ficam uma brasa. Eu estou gostando demais dele e agora que consegui me aproximar não quero mais desgrudar, disse que aceito numa boa que ele use, mas no momento em que eu estiver com ele, quero que releve e fique in love comigo, mas é difícil, ele fica uns dois minutinhos comigo e já sai para fumar. O que eu faço Dani?” Tamy

Oi Tamy, realmente seu problema é sério e bastante complicado de se resolver. Primeiro, porque a pessoa em questão ainda não se deu conta que está fazendo uma grande burrada usando esse tal chá todos os dias. Segundo, porque é muito difícil saber que a pessoa que a gente gosta tem atitudes que vão contra nossas convicções e princípios. Por mais que esse garoto seja lindo, maravilhoso, gato, tudo de bom, gente fina, uma pessoa bacana, um príncipe; ele tem um gravíssimo problema e o pior não reconhece isso.

Não vou ficar aqui dando lição de moral e falando que esse garoto é um babaca por estar nessa. Acho que ele já tem idade suficiente para saber o que faz e o que não faz bem ao seu corpo. E quem também deveria se preocupar com isso é o pai e a mãe dele. Você é muito menina para se envolver com essa história toda e por mais que você goste dele, não vale a pena ficar perdendo seu tempo com pessoas que não se preocupam com si mesmas.

Que tal você se afastar um tempo desse garoto? Deixe ele de lado, se ele não quer se cuidar, também não vai aceitar a sua ajuda. Sabe aquela expressão que quem gosta de problema é professor de matemática? Então, deixe que ele perceba que está agindo errado com você e com si mesmo. Não se envolva, linda! Se sua mãe não te disse isso, eu digo. Afaste-se dele e deixe ele perceber que as drogas estão fazendo ele perder pessoas importantes e uma delas é você.

Acho que você não vai querer um namorado que adora curtir uma brisa e que não está nem aí para você; vai? É nítido que ele dá mais importância às drogas do que a você, claro que ele não faz isso porque quer e sim porque é um viciado e não reconhece isso. Então enquanto ele não assumir que é dependente de drogas e que precisa de ajuda, fique longe e leve sua vida adiante. Quem sabe com esse gelo ela não perceba que droga é uma droga mesmo!